CLICK E OUÇA A RÁDIO LUZ DE DEUS

DEUS E AS SETE DISPENSAÇÕES

O relacionamento de Deus com a humanidade está dividido em sete Dispensações que são períodos de tempos em que Deus fez alianças diferentes com o homem, propondo direitos e deveres e os provando com respeito a obediência a sua palavra e todas as cinco anteriores terminaram com o fracasso humano e seu juízo correspondente. Estamos no final da sexta dispensação, uma aliança superior, que é da graça. (Ef 3:2), (Hb 8:6-13). E ainda teremos a sétima, que será a perfeita aliança.

 

Dispensação da Inocência (Gn 1.26 – 3.24) Iniciou, com Adão e Eva, no sexto dia da criação, há 4000 anos A.C. esta aliança terminou, com as maldições e expulsão do homem do Jardim do Éden.

  1. a) Com o direito de dominar a terra, e dever de não comer da arvore do conhecimento. (2:15-17).
  2. b) Fracasso: desobedeceram a Deus, caindo na tentação do diabo e comeram do fruto. (Gn 3:1-6).
  3. c) Juízo: A morte espiritual, e as maldições sobre o homem a mulher e a serpente. (Gn 3:7-19).

 

Dispensação da Consciência (Gn. 3.22 – 8.19). Iniciou com a saída de Adão e Eva do Jardim do Éden até o fim do dilúvio de Noé, esta aliança abrangeu um período de 1656 anos.

  1. a) Com direito a vida longa, devendo proceder bem e dominar o desejo do pecado. (Gn. 3:22 e 4:7).
  2. b) Fracasso: sem consciência, procedeu mal com injustiça, corrupção e violência. (Gn 6:5,6,11,12).
  3. c) Juízo: Morte no dilúvio, e diminuição no tempo de vida para 120 anos. (Gn 6:7-13) (Gn 7:11-24).

 

Dispensação do Governo Humano (Gn. 8.20; 11.9) Iniciou com uma aliança entre Deus e Noé em consciência coletiva, desde o dilúvio até a dispersão, com confusão das línguas em Babel, 427 anos.

  1. a) Com o dever de se multiplicar e encher a terra e não matar e não comer sangue. (Gn 9:4-7)
  2. b) Fracasso: desobediência em ficarem juntos, Ninrode os escravizou e fez a torre de Babel (Gn11:1)
  3. c) Juízo: confusão de línguas e dispersão. (Gn 11:5-9).

 

Dispensação Patriarcal (Gn12.1 – Ex19) Iniciou na aliança com o patriarca Abraão, e continuou com Isaque, Jacó e seus 12 filhos, até a aliança da Lei no Monte Sinai, 630 anos. (Gn 15:12-18)

  1. a) Com direito nas promessas a Abraão e o dever da fidelidade a Deus e a circuncisão. (Gn. 12:1-7).
  2. b) Fracasso: Desobediência, no Egito se contaminaram, pecaram e se afastaram de Deus. (Gn 46:6)
  3. c) Juízo: escravidão da descendência por 430 anos. (Ex 1:8-14).

 

Dispensação da Lei (Ex. 19.9; At. 2.1) Iniciou com a promulgação da Lei no Sinai (Ex 19:1-5). Termina com o sacrifício vicário e expiatório de Cristo no calvário. (Jo. 19.30). Aprox. 1500 anos.

  1. a) Com o direito as bênçãos da obediência e o dever de guardar a aliança da lei. (Ex 19:3-8).
  2. a) Fracasso: desobediência à lei, idolatria e feitiçaria. (II Rs 17:7-20);
  3. c) Juízo: Cativeiro, perda do reino e dispersão milenar. (Mt 21:33-46); (Lc 21:20-24).

 

Dispensação da Graça (At. 2.1; Ap. 3.22) Iniciou na crucificação de Jesus derramando o sangue da nova aliança para o perdão dos pecados. (Mt 26:28) e estamos vivendo aliança da graça, que terminara no arrebatamento da igreja, com duração prevista de 2000 anos. (Ap 1:7), (Ap 19:11-21)

  1. a) Com o direito as bênçãos do evangelho e salvação, e o dever de crer em Jesus e obedecer ao evangelho do reino, ser batizado nas águas, congregar na igreja, nascer de novo e andar no Espírito. (Jo 3:16); (Jo 1:12); (Mc 16:16), (Rm 8:1-14).
  2. b) Fracasso: O pecado e rejeição a Cristo. (2 Tm 3:1-7), (Rm 1:28-32), (Gl 5:18-21), (Ap 21:8).
  3. c) Juízo: Será na grande tribulação (Mt. 24.21); (Ap 6:15-17).

 

Dispensação do Milênio (Ap. 20.4). Vai iniciar depois do Armagedom, será o reinado de Cristo na terra com duração de mil anos até o juízo final. (Ap 20:1-6), (Ap 20:11-15)

  1. a) Com o direito a reinar com Cristo os mil anos, e o dever de obedecer e adorar a Cristo (Ap 20.6).
  2. b) Fracasso: rebelião no final do milênio conduzida por satanás (Ap 20:7-10).
  3. c) Juízo: extermínio dos rebeldes (Ap 20:9).

Be the first to comment on "DEUS E AS SETE DISPENSAÇÕES"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*